Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A rapariga do autocarro

05
Abr18

Por isso, não inventem!

29790833_2164549350434013_2182987523545300750_n.jp

Um estudo  da Universidade de Monash, Austrália, demonstrou que o cérebro tem um mecanismo de defesa que se ativa quando vê que está a receber mais líquidos do que aquilo que deveria. Para avaliar os dados, a equipa registava, através de uma ressonância magnética, a atividade cerebral e o esforço que implicava beber água em duas situações: com sede, depois de fazer exercício físico intenso, e sem sede, depois de ter consumido muita água.

Os resultados obtidos concluiam que, nos casos de consumo excessivo de água, criava-se uma sensação de que a garganta se estava a ‘fechar’ e custava até três vezes mais ao beber o líquido. O que acontece é que muitas pessoas não prestam atenção a este sinal de que já se está satisfeito e continuam a beber água por acreditarem que têm de beber aquela quantidade por dia.

 

16 comentários

Comentar post

Agora a ler

https://static.fnac-static.com/multimedia/Images/PT/NR/b9/a3/0d/893881/1540-1/tsp20160819013738/A-Rapariga-Apanhada-na-Teia-de-Aranha.jpg

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D