Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A rapariga do autocarro

17
Fev16

SÉRIE 13-13: 13 CRIMES QUE NÃO EXISTIAM HÁ 13 ANOS #04

 

BURLAS ONLINE - Hoje em dia a Internet e as aplicações móveis são utilizadas para um sem número de tarefas e negócios. Também contribui para isso a proliferação de smartphones e tablets no mercado, potenciando oportunidades e necessidades de recorrer à Web e, consequentemente, maior probabilidade de se ser vítima de crimes de burla online. Este crime pode ser praticado por indivíduos isolados ou em grupo, alinhados com o intuito de burlar os incautos principalmente nos negócios de compra e venda online.

Podem utilizar sites falsos, com propostas de negócio bastante vantajosas ou utilizar sites e aplicações já existentes para ludibriar as pessoas. Estas burlas têm relevado um ligeiro acréscimo nos últimos anos e passam principalmente por negócios de compra e venda de automóveis, aluguer de casas de férias, compra de viagens com tudo incluído ou empréstimos monetários.

Os conselhos da PSP passam por contactar apenas com sites e vendedores fidedignos (os quais garantam reembolso em caso de prejuízo) e não pagar adiantado em negócios online que podem não se confirmar na realidade. Nestes casos, ver para crer, por muito vantajoso que possa parecer o negócio!

 

12715533_960516457337202_344376218787500100_n.jpg

 

14
Fev16

Quem avisa...

A PSP relembra que até final da próxima semana, irá efetuar ações de fiscalização rodoviária - RADAR nos seguintes locais:

 

AÇORES

 16/fev/16 13H00, Via Vitorino Nemésio, Zona Industrial de Angra, freguesia de Porto Judeu, concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira

 18/fev/16 13H00, Av. Alberto I Príncipe do Mónaco, Freguesia Sta Clara, concelho de Ponta Delgada, ilha de S. Miguel

 

AVEIRO

 15/fev/16 08H00/14H00, EN 16 - km 0.5 (Junto à Corvauto) - Aveiro

 18/fev/16 09H00/13H00, EN 109 - Silvalde - Espinho

 19/fev/16 09H00/13H00, Rua Dr. Eduardo Vaz - Santa Maria da Feira

 

BEJA

 17/fev/16 15H00/17H00, EN 255 - Moura

 

BRAGA

 15/fev/16 08H30/11H30, Variante de Creixomil - Guimarães

 19/fev/16 21H00/03H00, Av. Miguel Torga - Braga

 

BRAGANÇA

 

18/fev/16 08H00/14H00, Av. das Comunidades Europeias - Mirandela

 

CASTELO BRANCO

 17/fev/16 09H30/11H30, Av. da Europa - Castelo Branco

 

COIMBRA

 17/fev/16 14H00, Av. Dr. M. Gaspar Lemos - Figueira da Foz

 22/fev/16 08H00, Ponte Edgar Cardoso - Figueira da Foz

 

ÉVORA

 17/fev/16 09H00, EN 18, ao Gil - Estremoz

 18/fev/16 16H30 EN 18 (Frei Aleixo) - Évora

 

FARO

 15/fev/16 07H30, Rua da Cruz Vermelha Portuguesa – Tavira

 16/fev/16 08H30, Av. 5 de Outubro - Olhão

 18/fev/16 10H00, EN 125 – Faro

 

LISBOA

 16/fev/16 09H00/17H00, Estrada dos Salgados

 17/fev/16 14H00/18H00, EN 10, Km 123.7, sentido Vila Franca-Alhandra, em Alhandra

 18/fev/16 08H00/12H30, Av. Marginal St.º Amaro de Oeiras , sentido Lisboa /Cascais (km 8.2)

 

MADEIRA

 15/fev/16 14H00, Via Expresso – Porto da Cruz

 16/fev/16 14H00, VR 1

 17/fev/16 14H00, Estrada Ponta da Oliveira – santa Cruz

 18/fev/16 08H00, Estrada de Santa Catarina - Caniço

 20/fev/16 14H00, Av. do Infante; Rua 5 de Outubro e Rua Pestana Júnior

 

PORTO

 15/fev/16 20H00/24H00, Av. Montevideu - Porto

 18/fev/16 14H00/18H00, Rua Ribeiro Cambado - Valongo

 

PORTALEGRE

 18/fev/16 08H00/12H00, Av. de Badajoz - Portalegre

 

SANTARÉM

 15/fev/16 14H00/18H00 , Av. de Aljubarrota - Abrantes

 22/fev/16 13H00/17H00, Rua Serpa Pinto - Cartaxo

 

SETÚBAL

 15/fev/16 08H00/11H00, Circular Externa/Av. Fialho Gouveia - Montijo

 

VAINA DO CASTELO

 20/fev/16 09H30, Estrada da Papanata - Viana do Castelo

 

VILA REAL

 17/fev/16 14H00/16H00, Av. Aureliano Barrigas – Vila Real

 

VISEU

 15/fev/16 08H00, Av. Cidade S. Filipe - Viseu

 17/fev/16 10H00, Av. Egas Moniz - Lamego

12
Fev16

SÉRIE 13-13: 13 CRIMES QUE NÃO EXISTIAM HÁ 13 ANOS #03

EXTORSÃO SEXUAL ONLINE – Tal como a pornografia de vingança, a extorsão sexual online é uma cruel realidade hoje em dia. Digamos que é um crime que advém da pornografia de vingança, pois é dada à vítima a hipótese de evitar que os conteúdos privados vão parar à Internet, se a vítima fizer pagamento de avultada quantia em dinheiro.

 

É um dilema, pois à boleia da devassa da vida privada, a vítima mesmo que efetue pagamento não consegue ter a certeza absoluta que os seus conteúdos privados não cairão no espaço cibernético. Os crimes de chantagem e extorsão estão aqui presentes e a vítima é deixada numa condição de enorme fragilidade, exposição e trauma.

 

Os conselhos da PSP passam por não colocar online nem enviar conteúdos que possam prejudicar se forem publicamente expostos, nomeadamente fotos íntimas ou vídeos. Ou seja, manter fora da esfera digital o que é privado! Optar, também, por não entrar em pânico caso seja vítima deste crime, nem efetuar pagamentos imediatos.Os conselhos da PSP passam por não colocar online nem enviar conteúdos que possam prejudicar se forem publicamente expostos, nomeadamente fotos íntimas ou vídeos. Ou seja, manter fora da esfera digital o que é privado! Optar, também, por não entrar em pânico caso seja vítima deste crime, nem efetuar pagamentos imediatos.

12651318_960512667337581_3752328540642789680_sex.j

 

 

09
Fev16

SÉRIE 13-13: 13 CRIMES QUE NÃO EXISTIAM HÁ 13 ANOS #2

12694559_960505754004939_2832012994007003357_o.jpg

 

 

CIBER PERSEGUIÇÃO – A par do ciber bullying, a ciber perseguição (ou cyber stalking) é uma realidade cada vez mais comum. Consiste em seguir e monitorizar a vida e os passos de alguém no ciber espaço (redes sociais ou blogosfera), de forma obcecada e metódica, para depois transpor essa perseguição para a realidade e obter vantagem sobre a vítima (monetária, sexual ou outra).

 

Há relatos de anónimos mas também de figuras públicas vítimas deste transtorno, pois o seu sentimento de insegurança cresce exponencialmente e acabam por viver o quotidiano com medo e privados da sua liberdade.

 

Os conselhos da PSP passam por não expor a vida passo a passo no espaço digital, evitar dizer onde se está em tempo real (com a partilha do local mapeado nas redes sociais), evitar andar isolado na via pública e em locais ermos e não “amigar” desconhecidos no espaço digital.

Fonte PSP

08
Fev16

SÉRIE 13-13: 13 CRIMES QUE NÃO EXISTIAM HÁ 13 ANOS

CIBER BULLYING - O ciber bullying, também conhecido como bullying online, tem sido objeto de inúmeras referências mediáticas. Os avanços tecnológicos e as plataformas Web como as redes sociais têm proporcionado uma nova alavanca para um problema antigo, que particularmente causa impacto a crianças e jovens em idade escolar.

 

Esta nova era de ciber bullying é ainda mais preocupante porque pode acontecer 24/7, em tempo real e até de forma anónima. Uma criança ou jovem não deve ser alvo de ataque digitais com comentários cruéis, imagens obscenas e ameaças.

 

Os conselhos da PSP passam por um acompanhamento permanente por parte de pais, educadores e tutores em harmonia com o que o programa Escola Segura – PSP faz, com definição de um conjunto de “regras para estar online” e aposta em software de monitorização parental no uso da Internet.

 

12715689_960504627338385_6693963281970945930_n.jpg

 Fonte PSP

06
Fev16

Vestir peles, sim ou não?

Eu não sou fundamentalista nesta questão, para o meu lado é mais um nim!

Enquanto na minha alimentação incluir carne, não tenho porque não usar peles, mas apenas de animais abatidos para consumo. Se gosto de um bom estufado de borrego, uma boa costeleta grelhada ou um coelho à caçador, não tenho qualquer ploblema em usar umas botas de pelo de ovelha, um casaco ou umas botas de cabedal.

O que me choca é a criação de animais com o único propósito de lhes arrancar a pele para depois ser vendida a preços astronómicos em artigos que os "excentricamente" ricos gostam de exibir. Especialmente nos filhos de 3 anos de idade.

Podia ter o orçamento de uma qualquer herdeira dos petrodólares, mas se há coisa onde eu sei que não gastaria o meu dinheiro é em artigos desse género . Por muito que cobice uma Birkin Hermès, jamais compraria em pele exótica. Como não gosto de casacos de pelo, não teria qualquer dificuldade em abdicar deles.

É claro que não é um tema consensual, os animais criados para consumo também sofrem horrores, mas ainda não fui capaz de dar o passo definitivo. Mas já estou a percorrer o caminho reduzindo em muito a carne no meu dia a dia, estou mesmo a iniciar o processo do "dia vegetariano".

 

Uma Zibelina no meio natural

Uma Zibelina na cidade

Um vison na vesão fofinho

Um vison em versão "feio como cornos"

 

 

Uma raposa onde deve estar

Raposa na versão "cruz credo"

 

 

 

 

 

Pág. 1/2